14/05/2020

CONSUMO CONSCIENTE

Peraí, mas como?

Consumo consciente envolve uma série de questionamentos.

Nossa live com o Daniel Mello, sócio fundador do Kardume, foi bem sobre isso.

O Kardume é um coletivo que tem como objetivo principal conscientizar as pessoas sobre a necessidade de agir em prol da preservação ambiental, da consciência sobre o consumo e sua influência sobre a economia e sociedade, utilizando-se de temas como: Empreendedorismo, tecnologia, cultura, economia colaborativa, terceiro setor e economia circular dentro do contexto da sustentabilidade, focando num mundo mais sustentável e engajado pela colaboração de todos.

O Kardume tem como principal forma de trabalho a colaboração de empresas, governos responsáveis, pessoas engajadas e o uso da internet e cultura para permitir o livre e constante acesso de conteúdo e informação, para divulgação ágil, prática e profunda de ideias sustentáveis para o mundo.




Vamos abordar, então, alguns desses princípios do consumo consciente?

1. Planeje suas compras

Não seja impulsivo nas compras. A impulsividade é inimiga do consumo consciente. Planeje antecipadamente e, com isso, compre menos e melhor.



2. Avalie os impactos de seu consumo

Leve em consideração o meio ambiente e a sociedade em suas escolhas de consumo. Você busca conhecer mais sobre os principais produtos que consome? Algumas características como condições de trabalho dos funcionários da empresa, cultivo da matéria-prima, bandeiras que essa marca/produto levanta, são fatores importantes para buscarmos conhecer e que devem influenciar sempre no juízo de valor que fazemos de um produto e consequentemente se vamos consumí-lo ou não. 

3. Consuma apenas o necessário

Reflita sobre suas reais necessidades e procure viver com menos.

4.Reutilize produtos e embalagens

Não compre outra vez o que você pode consertar, transformar e reutilizar. Além disso, já pensou em como isso pode ser um empreendedorismo sustentável para você?



5.Separe seu lixo

Recicle e contribua para a economia de recursos naturais, a redução da degradação ambiental e a geração de empregos.


6.Use crédito conscientemente

Pense bem se o que você vai comprar a crédito não pode esperar e esteja certo de que poderá pagar as prestações.

7.Conheça e valorize as práticas de responsabilidade social das empresas

Em suas escolhas de consumo, não olhe apenas preço e qualidade do produto. Valorize as empresas em função de sua responsabilidade para com os funcionários, a sociedade e o meio ambiente.

8. Não compre produtos piratas ou contrabandeados

Compre sempre do comércio legalizado e, dessa forma, contribua para gerar 

empregos estáveis e para combater o crime organizado e a violência.

9. Contribua para a melhoria de produtos e serviços

Adote uma postura ativa. Envie às empresas sugestões e críticas construtivas sobre seus produtos e serviços.

10. Divulgue o consumo consciente

Seja um militante da causa: sensibilize outros consumidores e dissemine informações, valores e práticas do consumo consciente. Monte grupos para mobilizar seus familiares, amigos e pessoas mais próximas.

11.   Cobre dos políticos

Exija de partidos, candidatos e governantes propostas e ações que viabilizem e aprofundem a prática de consumo consciente.

12.  Reflita sobre seus valores

Avalie constantemente os princípios que guiam suas escolhas e seus hábitos de consumo.1.   Planeje suas compras.

E ai? Quais dessas práticas você já realiza e quais ficou com vontade de começar a praticar?

Com amor,

Isa



Por Isabela Rozental