27/04/2020

ECONOMIA COM A SUSTENTABILIDADE

Dos comentários que mais leio, certamente mora entre eles: “Ah, mas o sustentável é muito mais caro. Não tenho como investir.”

Ficou feliz e vai até fotografar o post para me cobrar depois né? Pode fotografar. E aproveita pra tirar foto do exemplo que vou te mostrar a seguir:

Imagina que você tem uma marca de shampoo. Eis que um belo dia você resolve lançar uma linha nova de produtos: shampoo em barra.


undefined

Você começa a produzir, faz um belo marketing do seu produto, valorizando todas as vantagens que ele apresenta (falamos muito sobre como fazer isso no nosso Instagram, você pode acompanhar clicando aqui ou fazer parte da nossa comunidade no Facebook clicando aqui) e percebe que pode seguir um proposito sustentável e ainda lucrar com isso. 

Veja como: 

- Você resolve adotar, como embalagem, o papel celofane vegetal, que é biodegradável. De primeira, você já economiza com a embalagem plástica. Logo, você gasta menos e se livra de um dos maiores poluentes do momento. Sim, o plástico.

- Seu produto ocupa menos espaço no caminhão. Você consegue empilhar o shampoo sólido com muita facilidade. Logo, em um menos frete você transporta mais produtos, gerando menos poluição ao meio ambiente e reduzindo seus custos de transporte.

- Você pode ir além, buscando os produtos mais naturais possíveis para diferenciar o seu produto no mercado. A Nesh, marca de shampoos em barra curitibana, é um exemplo disso. Livres de sulfatos, petrolatos, parabenos, gordura animal e flatatos, os shampoos da marca oferecem benefícios para a saúde dos fios, do couro cabeludo e também do meio ambiente, já que os resíduos que são despejados na natureza não são prejudiciais. 


undefined

E aí, consegui convencer você um pouco? Podemos conversar mais a fundo sobre o seu caso específico. 

Mande um e-mail para contato@reaproveita.com com o assunto: ESTUDO DE CASO

Bjbj,

Isa



Por Isabela Rozental